Delegados apresentam proposta de reestruturação da PC

0

Delegados da Polícia Civil sergipana reuniram-se na manhã de segunda, 23, para a apresentação da Proposta de Reestruturação da PC. O documento foi elaborado pela Associação de Delegados de Polícia Civil do Estado de Sergipe (ADEPOL) e entregue ao secretário de Segurança Pública, Kércio Pinto, que compareceu ao evento.

O projeto inclui a melhoria nas estruturas física e corporativa das instituições para que estes profissionais possam prestar um melhor serviço à sociedade, incluindo, por exemplo, contratação de 500 novos policiais através de concurso público e melhoria nos prédios de algumas unidades policiais, principalmente no interior do estado.

Ronaldo Marinho e Kércio Pinto
“Nesta proposta focamos a interiorização da polícia civil com a criação de quatro novas delegacias plantonistas em cidades estratégicas devido à demanda. Além disso incluímos a necessidade de equipes de perícia técnica para atender regionalmente com os serviços de IML e criminalística”, explica o presidente da ADEPOL, delegado Ronaldo Marinho.

Kércio ouve críticas

Quando estava com microfone em punho, falando sobre as ações da SSP, o secretário Kércio Pinto ouviu algumas críticas de delegados que educadamente manifestaram insatisfação com as condições de trabalho, principalmente os que trabalham no interior sergipano.

“Secretário, faltam policiais, não tem delegado substituto, há casos que não há como atender um chamado. A situação está insustentável”, disse um deles. A delegada de Pedrinhas foi mais longe e disse que está a frente de três delegacias, revelando ainda que não existia um policial militar sequer nas unidades quando as assumiu. “Minha sorte foi o MPE que me deu apoio”, finalizou.

A proposta levou seis meses para ser finalizada. Veja a íntegra do documento clicando no link abaixo.

Por Glauco Vinícius e Raquel Almeida

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais