Delegados aprovam indicativo de greve para dias 22 a 24

0
Delegado Paulo Marcio (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Durante a assembléia realizada na sede da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol) nesta quarta-feira, 2, os delegados decidiram manter a ‘Operação Parcelamento’ com a substituição de algumas ações e, por unanimidade, aprovaram o indicativo de greve para os dias 22, 23 e 24 de setembro unindo-se aos servidores públicos estaduais que também paralisarão durante esse período.

O delegado Paulo Marcio, Presidente da Adepol, explica que algumas mudanças ocorrerão na Operação Parcelamento a partir de agora. “Vamos focar na proibição de visita aos presos e faremos a reiteração do ofício ao secretário de segurança pública para que até o dia 22 de setembro ele transfira todos os presos das delegacias paras o sistema prisional sob pena de que possamos adotar medidas que impeça a entrada dos presos nas nossas unidades policiais da capital e interior”, disse.

A categoria planeja se reunir em até 15 dias para decidir se vai deixar de realizar serviços extraordinários, caso o governo não normalize o pagamento do salário. “Até o final de setembro caso o problema não esteja resolvido, a partir de 1º de outubro é provável que os delegados não mais prestem serviços extraordinários incluindo plantões nas delegacias do interior e capital e nem operações policiais. E cobraremos mais uma vez que resolva até o mesmo período a promoção dos delegados de policias nos termos já propostos pela Adepol que é sem aumento de despesa para o Estado”, complementa Paulo Marcio.

Paralisando no período entre 22 a 24 de setembro, os delegados se juntam a três centrais sindicais e mais de 20 classes de servidores públicos que planejam parar no mesmo período.

Por Ícaro Novaes e Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais