Denarc vai atuar no combate ao tráfico de drogas

0

Foto: Ascom SSP
A criação de uma nova unidade da Polícia Civil, o Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), tem como missão primordial é reforçar o combate ao tráfico de substâncias entorpecentes. Com uma estrutura de seis viaturas, uma motocicleta, seis armas e 20 pistolas, o Denarc irá estender seu trabalho para todos os municípios sergipanos.

Durante o discurso de entrega da nova unidade na última segunda-feira, 8, o governador destacou o desempenho do secretário João Eloy e do superintendente da Polícia Civil, João Batista, que em 20 dias agilizaram o processo de criação do departamento. “O trabalho que fez nesse período para adequar esse prédio e incorporar pessoal, móveis, computadores, armamentos e viaturas, desenhando do ponto de vista institucional um novo departamento da Polícia Civil, revela o compromisso e a competência do secretário João Eloy e do superintendente João Batista”, destacou Déda.

Além disso, o governador salientou a importância da participação da sociedade no combate ao tráfico de entorpecentes. “Nós precisamos mobilizar a sociedade contra a droga, senão vamos apreender mais carregamentos, prender outros traficantes, desbaratar quadrilhas e não vamos resolver o problema. A droga é a agonia de quem olha o futuro e não encontra uma referência para seguir”, disse o governador.

Estrutura e alvo

Cada integrante do Denarc possui colete balístico, armamento e aparelho celular próprios. Segundo o diretor da unidade, delegado Flávio Albuquerque, o alvo é a prisão de traficantes e a apreensão de todos os tipos de substâncias entorpecentes. “Prender traficantes e apreender a maior quantidade possível de substâncias entorpecentes, esse é o nosso principal objetivo”, afirmou.

Albuquerque destacou, ainda, a importância que o Denarc exercerá no combate ao tráfico de drogas no interior do Estado. “Essa estrutura está sendo fornecida para que a Polícia Civil possa cumprir fielmente a sua missão de repressão ao tráfico de drogas. Nós dispomos de uma força tática que dará apoio no cumprimento dos mandados de buscas no interior, ou seja, os delegados lotados nos municípios sergipanos iniciam as investigações, solicitam junto ao poder judiciário os mandados, e nós fornecemos auxílio quanto ao cumprimento”, finalizou.

Com informações da SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais