Dependência química: doença ou fraqueza?

0

“Tem gente que pensa que dependência química é defeito de caráter”. A afirmação pertence à psicóloga coordenadora do Centro de Atendimento Psicossocial Álcool e Drogas – CAPS -, Renata Roriz. O CAPS é um serviço da prefeitura municipal de Aracaju que presta atendimento a dependentes químicos, portadores de necessidades mentais e outros casos relacionados à saúde mental. De acordo com Renata, o centro atende atualmente 112 usuários. O perfil da maioria dos pacientes são alcoólatras maiores de 30 anos pertencentes as classes sociais mais pobres da população. Os atendimentos são direcionados para qualquer residente do município de Aracaju com mais de 16 anos. A psicóloga explica que geralmente procuram o CAPS pessoas que não têm condições de ter um serviço particular. “Na maioria dos casos, quem pode procurar uma clínica de desintoxicação acha que o atendimento público não é qualificado. Isso é um erro. Nós prestamos um serviço de qualidade comparável a primeiro mundo”. Dependência é doença? O acolhimento

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais