Deputado Mardoqueu reprova atitude da Chesf

0

Segundo o deputado estadual, pastor Mardoqueu Bodano, PL, a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) embargou a construção de 50 casas, que estavam sendo construídas na cidade de Canindé do São Francisco através de uma parceria entre a prefeitura do município e a Caixa econômica Federal (CEF).

O parlamentar condenou a atitude da empresa dizendo que 90% das casas estão praticamente concluída, resta apenas a finalização dos banheiros e da rede de esgoto. Mardoqueu afirmou que a Chesf não pode simplesmente embargar a obra e não apresentar uma proposta para a solução do problema. Para o deputado, é preciso que a empresa se reúna o mais rápido possível com a CEF, a prefeitura de Canindé do São Francisco e os Ministério Publico Estadual e Federal no sentido de encontrar uma solução para essas famílias, que segundo ele, que não têm aonde morar.
 
O deputado liberal esteve na manhã de ontem, em Paulo Afonso, na Bahia, onde funciona a sede da Chesf e teria sido informado de que o embargo da obra se deu porque a construção das casas está sendo realizada num local onde possui cabos de alta tensão. “Mesmo diante dessas explicações ainda sou contra que a Chesf retire essas famílias sem apresentar uma solução”, disse Mardoqueu, ressaltando que apesar da obra não ter sido totalmente concluída ainda sim existem muitas pessoas morando nas residências.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais