Deputados vão negociar saída para impasse no Platô de Neópolis

0

Parlamentares visitam platô / Foto: César de Oliveira
Uma comissão formada por deputados estaduais esteve nessa quarta-feira, 12, no projeto de fruticultura irrigada Platô de Neópolis para conhecer de perto o impasse que se formou na região desde que famílias sem-terra passaram a ocupar um lote irrigado. Uma audiência pública será realizada na Assembléia Legislativa para discutir o caso.

 

Estiveram no local, às margens da rodovia SE-304, os deputados estaduais Wanderlê Correia (PMDB), parlamentar que propôs a viagem ao Platô, o presidente da Comissão de Agricultura e Meio Ambiente, João da Graças (PT do B), Arnaldo Bispo (DEM), Mardoqueu Bodano (PL) e Luis Mitidieri (PSDB), membros da comissão, além dos deputados Angélica Guimarães (PSC) e Conceição Vieira (PT).

 

A comissão de parlamentares participou de uma reunião na sede da Associação de Concessionários do Distrito de Irrigação Platô de Neópolis (Ascondir), na qual representantes da entidade e empresários que exploram lotes no Platô fizeram queixas e sugestões. Eles afirmaram que a maioria dos 41 lotes está ocupada com plantio. Alguns trechos não estariam sendo utilizados por falta de crédito financeiro ou por deficiência do projeto, que não consegue irrigar a área total dos terrenos.

 

MST

 

As famílias que estão acampadas na beira da rodovia – após serem retiradas de um lote do Platô de Neópolis por ordem judicial – se reuniram pela segunda vez com os parlamentares. Os sem-terra pediram o apoio dos deputados para um projeto de agricultura familiar no Platô. Os acampados disseram que o projeto possui áreas ociosas que podem servir para o plantio de algumas culturas, como o amendoim.

 

Os deputados Wanderlê e Conceição Vieira mostraram-se preocupados com a possibilidade de o projeto, que foi pensado para produção de frutas e outros gêneros alimentícios, dê lugar à monocultura de cana-de-açúcar.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais