Desempregados encerram protesto na porta da Fafen

0

Trabalhadores querem contratação de mão de obra local (Foto: Leonardo Maia/Sindipetro)

Os desempregados que, apoiados pelo Movimento SOS Emprego, protestavam em frente à porta da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), deixaram o local no final da tarde desta segunda-feira, 14.

Os manifestantes impediram o funcionamento da empresa, alegando que houve o descumprimento de um acordo que previa priorizar a contratação de mão de obra local (por parte das empresas terceirizadas) para a manutenção das máquinas da Fafen.

Um dos coordenadores do movimento, Eduardo da Cruz, conta que  os manifestantes foram obrigada a deixar o local por força de liminar. Eles foram informados por meio da Polícia Federal, que chegou ao local, e fez a negociação.

Ainda de acordo com o representante do Movimento SOS Emprego, também houve negociação com a gerência da Fafen em Sergipe, que teria alegado não poder cumprir as exigência dos trabalhadores, pois o quadro de funcionários das empresas estava fechado.

Mais cedo, a Petrobras havia declarado que “no desenvolvimento de suas atividades, realiza a contratação de prestação de serviços e que a seleção de profissionais é de responsabilidade das empresas contratadas, que devem ser procuradas para informações detalhadas sobre o assunto”.

Por Verlane Estácio

Comentários