Desempregados fazem protesto solicitando benefícios

0

Os membros da Associação dos Desempregados de Sergipe fizeram uma manifestação na manhã de hoje, 4, em frente à Câmara Municipal de Aracaju (CMA). Eles solicitam que alguns dos projetos que beneficiam os desempregados e tramitam na CMA sejam aprovados.

Por causa do ato, a rua Itabaianinha foi fechada e o trânsito nas ruas adjacentes ficou engarrafado. Os manifestantes estavam munidos de apitos, faixas, panelas vazias e carro de som para poder “gritar” à sociedade e aos parlamentares suas reivindicações e lembrá-los como é viver sem condições de encher um prato de comida.

De acordo com o presidente da Associação, Alessandro Santos, a categoria irá aguardar uma semana pela resposta dos vereadores. “Mas se não responderem à nossa manifestação nós iremos intensificar os protestos”, diz Santos.

Antônio Santos

Além do Projeto de Lei de autoria do vereador Emmanuel Nascimento (PT), que defende passe livre aos desempregados, os manifestantes solicitam também que eles coloquem em votação os projetos que isentam os desempregados a pagar as taxas de inscrições nos concursos promovidas pelo município e o que obriga as empresas a reservar 5% das vagas para jovens de 16 a 29 anos e adultos de 30 a 50 anos que estejam desempregadas.

As matérias são de autoria dos vereadores Iran Barbosa (PT) e Daniel Fortes (PSC), respectivamente.
Durante o protesto, o vereador Iran Barbosa foi ao encontro dos desempregados e ressaltou a importância da matéria. Disse ainda, que irá solicitar ao presidente da Casa que coloque o projeto em votação.

A estimativa que Antônio dos Santos tem sobre o número de desempregados no Estado de Sergipe é de aproximadamente 150 mil. “Em Aracaju temos 58 mil e 13 mil desempregados fazem parte hoje da associação”, contabiliza Antônio Santos.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais