Desempregados lotam empresa Torre em busca de trabalho

0
Desempregados se aglomeram nos portões da empresa (Foto: Portal Infonet) 

Centenas de desempregados e alguns funcionários da Cavo amanheceram nesta segunda-feira, 15, na porta da empresa Torre. Após vencer três dos quatro lotes do contrato emergencial da limpeza urbana na última sexta-feira, 12, a Torre comunicou que contrataria funcionários para os serviços de varrição, coleta de entulhos da construção civil e outros serviços. Alguns desempregados estavam revoltados com a falta de informação.

Já sobre o reaproveitamento dos funcionários da Cavo, o sindicato que representa os agentes de limpeza (Sindelimp), informou que a Cavo está emitindo ‘aviso trabalhado’, o que deixará os trabalhadores presos à empresa por mais 30 dias.

Confira matéria completa no vídeo:

Torre

O gerente de contratos da Torre, José Carlos Dias, informou que parte dos antigos funcionários da empresa, que já estavam cadastrados, foram contratados e estão trabalhando nesta segunda-feira. A empresa também pretende reaproveitar os trabalhadores da Cavo. “Nós fizemos acordo com o sindicato para aproveitar esses funcionários, mas eles precisam estar desligados da empresa. Se tiver ‘aviso trabalhado’, fica inviável a contratação”, explica.

Cavo

"A Cavo esclarece que os funcionários que comprovarem o novo vínculo empregatício serão dispensados do cumprimento do aviso prévio trabalhado. A empresa cumpre os procedimentos legais em caso de dispensa de funcionários e mantém transparência no relacionamento com sua equipe, visando a boa prestação de serviços à cidade", diz a nota.

*A matéria foi alterada às 14h48 para acréscimo de nota da Cavo

Comentários