Deso deve apresentar dados ao MPE quarta

0

Promotora Euza Missano
A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) deve apresentar seus balancetes de receita e despesas no Ministério Público Estadual (MPE) até quarta-feira, 13. A decisão faz parte do processo que investiga o aumento nas taxas da companhia feitos em novembro de 2007. Uma denúncia feita pelo deputado federal José Carlos Machado aponta que o aumento foi abusivo.

Os técnicos do MPE investigaram os balancetes de despesas e receitas da Deso e constataram diferenças entre os números relatados ao Tribunal de Contas do Estado e encontrados na empresa. No caso das receitas foi encontrada uma discrepância entre os números, mas que não influía no resultado final. No entanto, nas despesas a diferença chega a mais de R$ 10 milhões.

Por causa das constatações do MPE, a Deso pediu o prazo de 48h a contar de segunda-feira, 10, para apresentar seus números. “Esse prazo foi aqui estabelecido para que se esclareça o que de fato motivou o reajuste em novembro de 2007. Essas questões tem que ser esclarecidas e na próxima quarta-feira à tarde teremos uma solução para essa questão”, garante a promotora de justiça Euza Missano.

O diretor administrativo-financeiro da Deso, Everton Teixeira, garante que planilha de cálculos da companhia está correta. “Os cálculos do TCE tiveram distorções que não impactaram na realização dessas planilhas. A planilha de cálculo da Deso está correta”, afirma.

Comentários