Deso e MPE realizam nova audiência na sexta-feira

0

Audiência realizada no MPE
Uma nova audiência pública ficou marcada para a próxima sexta-feira, 7, após uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira, 3, no Ministério Público Estadual (MPE) para dar continuidade à discussão sobre o aumento de tarifa da Deso, realizado em outubro de 2007 com um índice de 11,86%. De acordo com a promotora Euza Missano, a perícia do MPE encontrou discrepâncias entre os dados que constam nos autos e os balancetes entregues também pela Deso ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Esses dados deveriam justificar o índice de aumento dado pela Deso, que foi considerado abusivo pelo deputado federal José Carlos Machado (DEM), autor da representação. Para ele, a Deso calculou o reajuste baseado em projeções. O presidente da Companhia, Max Montalvão, rebateu afirmando que as projeções realmente se concretizaram e, assim, o reajuste estaria correto.

Promotora Euza Missano
“Na próxima audiência iremos tirar as dúvidas sobre os dados apresentados”, disse Montalvão. Na reunião de sexta, devem estar presentes técnicos da Deso, do MPE e um representante indicado pelo deputado. “Esperava ter concluído tudo hoje, mas a Deso sempre aparece de última hora com dados”, alfinetou José Carlos.

A promotora Euza Missano explicou que as planilhas de custo da Companhia devem ser refeitas, dessa vez, tomando como base os dados já consolidados e não mais as projeções. A Deso alega que o aumento foi necessário devido ao alto índice de inadimplência dos usuários. No relatório apresentado pela empresa pública, consta que a quitação das dívidas da prefeitura de Aracaju e de órgãos públicos até dezembro de 2006 poderia gerar uma diminuição de 6,86% no aumento tarifário.

Por Gabriela Amorim

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais