Despacho do Ciosp evita tragédia após atendimento que durou menos de oito minutos

0

Uma ação que durou menos de oito minutos, desde o acionamento de viaturas policiais via Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) até o atendimento da ocorrência, evitou um crime no final da tarde desta terça-feira, 30, no conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão. Antônio Francisco dos Santos, 22 anos, condenado pela prática de dois homicídios, sendo um registrado no estado da Bahia e o outro em Sergipe, foi visto por populares dominando sua ex-namorada e a levando para a quadra do colégio Professor Amilton, utilizando uma arma de fogo.

Quatro viaturas da Polícia Militar, sendo duas do Batalhão de Choque; uma da Companhia de Radiopatrulha; e uma do policiamento ostensivo da área, foram acionadas às 16h13h e às 16h20h os militares chegaram ao local informado para verificar o fato. Foi feito o cerco no colégio, com a divisão das equipes que foram distribuídas na parte da frente e nos fundos da escola. Ao observar a movimentação policial Antônio escondeu a arma na bolsa da vítima e tentou, sem sucesso, se evadir pela frente da unidade educacional.

“Recebemos a informação via Ciosp de que um indivíduo havia feito refém uma ex-namorada e armado tinha se refugiado no interior da escola. De imediato nos deslocamos até o local, juntamente com outras viaturas, e combinamos o cerco. O criminoso tentou se evadir pela frente da escola sendo dominado e detido. A vítima foi encontrada e informou onde estava o revólver calibre 38 com cinco munições”, explicou o tenente Nelson Eron. Antônio Francisco, que estava em liberdade condicional, foi preso, em flagrante, e encaminhado para a delegacia do conjunto Eduardo Gomes juntamente com a arma de fogo apreendida.

Fonte: SSP

Comentários