Polícia vai investigar morte de sindicalista do Sindpen

0
Luciano Nery foi encontrado sem vida na própria residência (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A polícia vai investigar a morte do presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Sergipe (Sindpen), Luciano Silva Nery. O Sindicalista foi encontrado sem vida [com um tiro] em casa na última terça-feira, 6. O caso será investigado pelo delegado Kássio Viana que esteve no local do crime ainda na noite de ontem.

O corpo de Nery está sendo velado na Osaf, Rua Itaporanga n 436, de onde sairá às 15h30 com destino ao cemitério Colina da Saudade, onde será sepultado às 16h.

Luciano Nery ocupava o cargo de diretor-presidente do Sindpen e disputaria a reeleição com a chapada “Persistir para Conquistar”. Ele também já foi diretor financeiro do Sindpen e ingressou no sistema prisional em 2002, por meio de concurso público. Luciano Nery tinha 37 anos e deixou três filhos.

A gestão de Nery à frente do Sindicato e as frequentes negociações com o Governo do Estado resultaram em diversas conquistas para a categoria, a exemplo da realização do concurso público, a aquisição de equipamentos de proteção individual e o estabelecimento de parcerias com empresas privadas para oferta de serviços aos agentes prisionais.

Por Aisla Vasconcelos

 

Comentários