Dois homens acusados por homicídios são presos em Riachuelo

0
Mandados judiciais são cumpridos pela Polícia Civil no interior (Foto: SSP/SE)

Dois homens acusados por homicídios ocorridos no município de Riachuelo foram presos pela Polícia Civil, na quarta-feira, 31. Os crimes são investigados por equipes da Polícia Civil, que atuam nos municípios de Malhador e Carira.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), os dois homicídios investigados ocorreram neste ano, nos meses de maio e julho. Durante os procedimentos, os policiais identificaram a autoria e, em ação conjunta ocorrida na região, os dois mandados de prisão foram cumpridos.

Nesta operação, foram presos Sávio Augusto do Carmo e Vitor Fernandes dos Santos, conhecido como Marciano, ambos com 19 anos de idade. A polícia tem convicção que Marciano teria tido participação direta nos dois homicídios. Uma das vítimas, o ex-presidiário Cícero dos Santos Filho, foi morto a tiros no município de Riachuelo, crime ocorrido no dia 21 de maio deste ano. Cícero foi socorrido com vida, mas morreu cerca de três dias depois.

Conforme a assessoria da SSP, Marciano chegou a ameaçar as pessoas que se encontravam no local do crime e teria se escondido em um matagal, observando toda a movimentação da comunidade na certeza de que não seria denunciado. E, do esconderijo teria assistido ao socorro prestado à vítima pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No outro homicídio ocorrido no dia 22 de julho, Marciano teria atuado juntamente com o comparsa Sávio Augusto para executar a vítima, identificada como Alisson dos Santos Melo, atingido por tiros em local onde havia várias crianças. Este crime ocorreu em uma quadra de esportes no bairro Divineia, também na cidade de Riachuelo.

As investigações continuam. Os dois já estão presos, mas a Polícia Civil não descarta a participação de outras pessoas nestes crimes. A população pode contribuir para desvendar estes e outros crimes, transmitindo informações para o Disque Denúncia da SSP, através do telefone 181.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais