Dois jovens são assassinados em Areia Branca

0
IML: corpos são identificados pelas famílias (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Dois assassinatos foram registrados no município de Areia Branca na noite deste sábado, 31 de maio. De acordo com informações dos familiares das vítimas, os crimes não estão relacionados. Um dos crimes foi praticado por três homens, dois deles invadiram a residência e dispararam vários tiros deixando um morto e o irmão, um adolescente de 14 anos, ferido.

O servente de pedreiro Douglas Santos Dias, 21, estava na porta da casa acompanhado dos irmãos e amigos. Por volta das 21h, um veículo de cor branca estacionou nas proximidades, dois homens armados desceram atirando e o outro permaneceu no carro, dando cobertura. Douglas correu, entrou no quarto e, quando voltava, chegou a abraçar o irmão, um adolescente de 14 anos, que ia ao encontro dele na tentativa de protegê-lo.

Um dos tiros acertou a porta da casa, o outro acertou o braço do adolescente e Douglas tentou se proteger no banheiro, onde acabou encontrado e alvejado por vários tiros. “Um dos assassinos ainda deu um tapa na minha filha e saiu ameaçando todo mundo, dizendo que iam voltar para matar quem denunciasse o caso à polícia”, conta a dona de casa Gildete dos Santos, mãe das vítimas. “Eu estava na casa da frente. Eu corri e, quando estava entrando em casa, eles estavam saindo, já tinham matado meu filho dentro do banheiro”, lembra a mãe.

O adolescente está internado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Segundo os familiares, há um projétil alojado em um dos braços da vítima, que deverá passar ainda nesta manhã por um procedimento cirúrgico. “Meus filhos nunca se envolveram com nenhum crime. O mais velho [Douglas] era trabalhador, vivia para a família”, observa a mãe.

Outro crime

Momentos mais tarde, mais um jovem agonizava no centro da cidade, em local próximo onde acontecia a abertura dos festejos juninos. As famílias de ambas vítimas não veem relação entre os crimes.

O jovem Clevérton Lima de Jesus, 22, foi alvejado por tiros e faleceu no posto de saúde da cidade. “Não sabemos de nada, nem temos ideia de como aconteceu”, relata um dos tios, que prefere o anonimato. O tio só ficou sabendo da ocorrência na manhã deste domingo, 1º. “Ele saiu de casa para ir pra festa e foi alvejado no meio da rua”, resume.
Ambos os assassinatos serão investigados pela polícia civil, que ainda não possui suspeitos.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais