Donos de locadoras farão ato público contra pirataria de filmes

0

Donos de locadoras estão sendo prejudicados com a pirataria / Foto: Arquivo
Reclamando a ausência de ações dos poderes públicos, os proprietários de locadoras de vídeos de Aracaju estarão aderindo o ato público nacional contra a pirataria de filmes em DVD. No próximo dia 12 de setembro, às 10h, eles estarão em frente a Centro Administrativo Aluísio de Campos solicitando apoio ao prefeito Edvaldo Nogueira.

“Infelizmente, no momento que o comerciante se cadastra a Federação de Bairros de Aracaju (Fabaju) para comercializar no mercado ou no comércio a Prefeitura está sendo conivente com a pirataria. Nós queremos pedir que algo seja feito nesse sentido, pois o vendedor de CD pirata acaba tendo autorização para o comércio”, diz o proprietário de locadora Jorge Luiz Conceição.

De acordo com ele, com a autorização para o comércio a polícia não pode apreender a barraca, pois a pessoa que está vendendo pagou por aquele espaço. “Esta prática é crime. É como se o comerciante estivesse vendendo uma arma ou qualquer outro produto proibido em uma banca”, relaciona ele, comentando que existem cerca de 80 mil DVDs apreendidos, que poderão ser destruídos em praça pública durante o ato.

Audiência

Na próxima quinta-feira, 30, às 9h, acontece também uma audiência pública no Ministério Público Estadual para debater o tema. “A reunião é com a promotora Euza Missano e também foram convidados o delegado de defraudações, o presidente da Fabaju e a associação das vídeos locadoras”, comenta.

Comentários