Duas mortes nas rodovias federais

0

Durante o feriado prolongado, foram registrados nas rodovias federais do estado, entre os dias 09 a 12 de outubro (período da operação), 18 acidentes, três feridos e duas mortes. Os números da Operação Nossa Srª Aparecida são expressivos quando comparados aos do último trabalho semelhante da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no feriado da Independência do Brasil, em sete de setembro, quando foram registrados nove avidentes, dois feridos e nennhum óbito.

Imprudência

Apesar do trabalho ostensivo de fiscalização realizado pela PRF nas rodovias federais de Sergipe durante a Operação Nossa Senhora Aparecida 2009, muitos motoristas ainda insistiram em cometer atitudes imprudentes. Tais atitudes podem ser comprovadas principalmente no número de notificações registradas.

Em quatro dias de operação, 1224 veículos conduzidos acima da velocidade permitida foram flagrados pelo radar fotográfico e 60 motoristas foram notificados por ultrapassagens indevidas. Essa infração é uma das mais perigosas e uma das principais causadoras de mortes nas rodovias, pois acarreta muitas vezes em uma colisão frontal onde as chances de sobrevivência são mínimas.

Foi o que aconteceu no final da noite de ontem (12) no Km 54 da BR 235 em Itabaiana (SE). Adalberto de Souza Menezes, de 31 anos, conduzia o GM/Celta, placa HZT 5997/SE, quando forçou uma ultrapassagem e colidiu frontalmente com o caminhão Mercedes Benz 710, placa MVD 1678/SE. Com o impacto, Adalberto e a passageira Maria Edineuza de Almeida, de 27 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Já o condutor do caminhão saiu ileso do acidente.

Lei Seca

Mesmo sabendo da proibição no consumo de bebidas alcoólicas ao dirigir,   condutores arriscaram as suas vidas e a de usuários das rodovias federais em Sergipe. Quinze foram autuados dos quais dez foram detidos por exceder o limite de 0,3 mg/l (miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões).

Com informações da PRF

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais