Economista critica política econômica do Governo Federal na AL

0

Uma das maiores personalidades da esfera econômica do país, o professor Reinaldo Gonçalves, esteve na manhã de hoje proferindo uma conferência na Assembléia Legislativa, com o tema “A Manutenção do Modelo Econômico e Reforma Tributária”, na qual avaliou os rumos da política econômica do país. Integrante do grupo de 50 economistas que no, no último dia 14, assumiu publicamente uma postura crítica em relação à política econômica do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gonçalves traçou na AL o retrato do que ele denomina de ´política econômica pior do que a de FHC´. Para o professor, a população já está percebendo a disparidade entre o que foi prometido durante a campanha de Lula, e o que tem sido feito na prática. “Há uma inquietação profunda e crescente da sociedade brasileira com relação a dados absolutamente concretos que atingem o cidadão. A primeira coisa que vem atingindo níveis dramáticos é a questão do desemprego, acompanhada da brutal queda de renda. As pessoas estão sem reajuste de salário e a inflação, apesar de controlada, deve se elevar. Então, em função disso, nas cidades brasileiras hoje há uma tentativa de chamar atenção das tomadas de decisão com relação a esses problemas econômicos. O fato é que o governo Lula é ruim. Está com problemas na política macroeconômica, a reforma da Previdência é péssima, a tributária é pífia e a área social não anda”, opinou Gonçalves. O professor também tentou explicar o que leva o presidente da República a não agir de forma oposta a política deixada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo ele, já existem teorias que tentam explicar o ´fenômeno“, mas tudo indica para um único fato: “Lula está preocupado em ser presidente. Apenas isto. A governabilidade sem embates. O problema é que ele corre o risco de fazer um governo medíocre”, opinou.

Comentários