Edson Ulisses de Melo

0

Edson Ulisses de Melo, advogado desde 1975. Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Sergipe. Pós-graduado em Direito Público e Direito Processual Civil. Já assumiu a função de chefe da assessoria jurídica regional (Sergipe e Alagoas) do Banco Do Nordeste Do Brasil S/A, sediada Em Aracaju/Se; vice-Presidente e presidente da OAB/SE; conselheiro federal da OAB, chefe da assessoria jurídica da viação halley ltda.; assessor Jurídico do Município de Japaratuba-SE; membro do Instituto dos Advogados  Brasileiros (IAB); membro do Instituo Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM); ex – presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos do Conselho Federal da OAB; ex-presidente da Comissão Nacional de Seguridade Social do Conselho Federal da OAB; presidente da Comissão de estudos da Legislação Processual Conselo Federal OAB. Foi professor da Universidade Federal de Sergipe, das Faculdades Integradas Tiradentes e da Escola Superior da Advocacia – ESA- da OAB/SE, entre outras atividades.

Motivos para concorrer à vaga
“O que fez-me increver para o cargo de desembargador foi: primeiro, vislumbrar a possibilidade servir à sociedade sergipana como julgador, levando minha experiência como advogado militante por mais de 32 anos; segundo por atender os requisitos exigidos pelo arigo 94 da Constituição- a) reputação e conduta ilibadas; b)notório saber jurídico, pelos conhecimentos obtidos durante minha vida profissional dedicada ao estudo do direito e à advocacia, como advogado militante; c) ter mais de 10 anos de comprovado execício da advocacia; terceiro, meu trabalho desenvolvido em prol da classe dos advogados, por mais de 25 anos, como PRESIDENTE DA OAB/SE, oportunidade foi reformada a sua sede; foram ampliados os serviços da CAIXA DE ASSISTÊNCIA AOS ADVOGADOS e adquirida e reformada a sede da ESCOLA SUPERIOR DA ADVOCACIA-ESA, DANDO INÍCIO AO SEU FUNCIONAMENTO; CONSELHEIRO SECIONAL por vários mandatos; como CONELHEIRO FEDERAL por 03 mandatos, nos quais exerci a PRESIDÊNCIA das comissões de Direitos Humanos, Combate à violência, da Previdência Social e da Legislação e reforma do Processo Civil”.

 

Perspectivas e projetos caso seja eleito
“As   minhas perspectivas e projetos caso seja eleito pela categoria são: primeiro, representar bem a classe dos advogados junto ao tribunal, e como tal, melhor servir à sociedade; segundo, levar ao tribunal o sentimento de um profissional do direito que vivenciou durante 32 anos as angustias de quem recorre ao judiciário, objetivando receber justiça rápida e de boa qualidade; terceiro, ser uma referência dos advogados junto ao Tribunal de Justiça, permitindo-lhes maior acesso à corte; quarto, ampliar as possibilidades de acesso do cidadão à justiça, aumentando o numero de magisrados e servidores, mediante o instrumenro democrático do concurso público, quinto. Maior atenção e respeito aos adovados, no exercício da advocacia; sexto, estimular a prática de uma justiça rápida e efetiva”.

 

Retorne para a matéria

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais