Eletricitários rejeitam propostas

0

Na próxima quinta-feira, 20, categoria fará paralisação
Em assembléia realizada na noite de ontem, 13, os eletricitários rejeitaram as propostas apresentadas pela Energisa, que eles consideraram insuficientes diante das reivindicações da categoria.

Uma nova reunião será feita na próxima segunda-feira, 17, a partir das 19h. No dia seguinte, será realizado um plebiscito para mobilizar a categoria e na quinta-feira, 20, uma paralisação, a partir das 7h, com a realização de um ato público na porta da empresa.

Os pontos de divergências estão em torno do piso salarial pedido, que é de R$ 560, enquanto a empresa oferece o salário mínimo, e da Participação de Lucros e Resultados (PLR), que segundo o presidente do sindicato, Sérgio Souza, está abaixo do oferecido por vários estados nordestinos.

Outros dois pontos reivindicados pela categoria é a implementação de uma política de segurança, principalmente para os trabalhadores que atuam no campo, maior número de contratações e o cumprimento do plano de cargos e salários.

“Precisamos oferecer segurança aos nossos trabalhadores leituristas. Temos casos, como o que aconteceu há quinze dias, em que um deles levou facadas de uma morador. Em um outro, registrado na semana passada, dois foram recebidos a tiros no bairro Santa Maria”, disse o presidente.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais