Em ato público estudantes condenam reajuste do valor da passagem de ônibus

0

Estudantes reivindicam congelamento da passagem de ônibus (Foto: Portal Infonet)
Representantes da Associação Nacional dos Estudantes Livres (Anel), do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL/SE), do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU/SE) e outras organizações estudantis realizaram uma nova manifestação na tarde desta quinta-feira, 13, contra o aumento da tarifa do transporte público em Aracaju.

A concentração se reuniu na Praça General Valadão, no centro da cidade, e seguiu em marcha até o Terminal Rodoviário Luiz Garcia, também no centro. De acordo com o representante da Anel, Zeca Oliveira, dentre as pautas de reivindicações está o congelamento do valor da passagem em R$ 2,10 – os empresários pedem um aumento para R$ 2,45. 

“O intuito desta manifestação é de sensibilizar toda a sociedade e também de passar o recado para os empresários e autoridades públicas que a população sergipana não suporta mais sucessivos aumentos da passagem todos os anos, sendo que não se vê em conseqüência, a melhoria na qualidade do transporte”, explica.

Zeca defende a municipalização do sistema de transporte público
Reivindicações

Além da manutenção da tarifa da passagem em R$2,10, os manifestantes também exigem que o documento com a planilha de custos que as empresas de ônibus elaboram seja mostrada de forma transparente e imediata para a sociedade. Zeca afirma que a lei orgânica da cidade prevê esta prestação de contas.

“Nós também pedimos que o Ministério Público se posicione sobre o assunto. Além disso, existem também outras reivindicações que abarcam a questão do sistema de transporte público de conjunto com a exigência da licitação”, diz o representante da Anel.

Para o estudante Taciano Souza Santos, o aumento da passagem poderá trazer grandes prejuízos tanto para a classe estudantil, quanto para todos os que utilizam o sistema de transporte público. “Enquanto muitos políticos têm aumento de 66% no seu salário, nós trabalhadores temos apenas 5% de aumento e ainda querem aumentar nossa passagem. É óbvio que a gente acaba se sentindo prejudicado”, reclama.

Taciano afirma que aumento da passagem é absurdo
Ele diz que o reajuste não reflete o investimento que se tem observado nos diversos ônibus que circulam pela capital sergipana. “Além de sofrermos com ônibus sujos e muitas vezes quebrados, muitos funcionários que trabalham nestes transportes não tem condições de trafegar nestes ônibus, devido à falta de preparo”, denuncia o estudante.

Municipalização do transporte

De acordo com o representante da Anel, Zeca Oliveira, uma medida que poderia melhorar consideravelmente a qualidade do transporte em Aracaju está na municipalização deste sistema.

“Defendemos a municipalização do transporte, ou seja, que o

A concentração foi até o terminal Luiz Garcia
transporte público seja operacionalizado e administrado pela prefeitura. A gente entende que com a participação das empresas colocando o lucro no meio do caminho não é possível oferecer um transporte de qualidade para a população”, aponta.

SMTT

A assessoria de Comunicação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) informa que o futuro valor da passagem de ônibus ainda é objeto de estudo, sendo levados em consideração os insumos previstos. Assim, o possível aumento de tarifa para R$2,45 ainda não está em vigor, e quando estiver confirmado será divulgado para todos.

A SMTT ainda diz que vê com normalidade as diversas manifestações que vêm ocorrendo pela cidade, pois fazem parte do sistema democrático.

Por Victor Hugo

Comentários