Emancipação: personalidades são homenageadas

0

Cézar Britto, presidente nacional da OAB foi um dos homenageados
Dentro das comemorações dos 189 anos de Emancipação de Sergipe foram entregues nesta quarta-feira, 8, as medalhas do Mérito Aperipê e do Mérito Cultural Tobias Barreto a mais de 20 personalidades. A entrega das medalhas foi feita logo após a missa solene realizada pelo aniversário da Emancipação Política de Sergipe, em São Cristóvão.

Entre os homenageados com a mais alta condecoração oferecida pelo Governo do Estado, a medalha do mérito Aperipê, está o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cézar Britto. Sergipano de Propriá, como faz questão de ressaltar, Cézar afirma que “receber a medalha é dizer que estamos no caminho certo em fazer lembrar sempre a importância do Estado para o país”. O presidente nacional da OAB vem sendo amplamente reconhecido pelo trabalho realizado á frente da instituição e veio diretamente de Brasília só para receber a homenagem.

Quem também veio de longe par

José Wellington Dias e Eduardo Campos, governadores do Piauí e PE
a receber a medalha do mérito Aperipê foram os governadores do Piauí e de Pernambuco, José Wellington Dias e Eduardo Campos. Dias revelou o carinho e a admiração pelo povo sergipano, agradeceu a homenagem e declarou que também vai lutar para o reconhecimento de São Cristóvão como patrimônio da humanidade.

Reconhecimento Cultural

Dentro das homenagens também foram contempladas personalidades de destaque nas áreas do Teatro, da Música, da Dança, da Literatura, da Cultura Popular e da Pesquisa e apoio Cultural, com a medalha do Mérito Cultural Tobias Barreto. Entre os homenageados, o ator Orlando Vieira, 78 anos.

Orlando Vieira, convidado para nova produção cinematográfica
“Receber uma homenagem que traz o nome do Tobias Barreto, é uma honra muito grande pela grandiosidade cultural que ele representa. Estou muito feliz”, afirma o ator que recentemente recebeu convite para participar de mais uma produção cinematográfica que deve ser filmada em Sergipe e que conta a história de Virgulino Ferreira, o Lampião.

A medalha de Mérito Cultural também foi entregue ao Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (IHGSE), que tem à frente o cientista político e historiador, Ibarê Dantas. Para ele, a medalha representa o reconhecimento pelo papel de “gestor documental do Estado e zelador das tradições”.

Por Carla Sousa

Comentários