Embarcação naufraga e deixa franceses ilhados no Rio Vaza Barris

0
Vítimas são socorridas após o acidente. (Foto: Gmar)

Uma embarcação naufragou no final da tarde do último sábado, 25, e deixou quatro tripulantes ilhados no Rio Vaza Barris, em Aracaju. Entre as vítimas havia um casal de franceses e outro de brasileiros, identificados como Caroline Tomi Cavalcante (41 anos, brasileira), Regini Tomiodi (61 anos, francesa), Jean Clododi (77 anos, francês), Carlos Roberto Barreto Gentil Filho, (45 anos, brasileiro), os quais foram socorridos por bombeiros militares do Grupamento Marítimo (Gmar) do Corpo de Bombeiros de Sergipe.

De acordo com o tenente Sinério, membro da operação de resgate do Gmar, o grupamento foi acionado por volta das 18h30 e chegou a se comunicar com uma das vítimas via telefone celular. “Foi possível estabelecer contato com a vítima através do celular, o que dificultou foi que o celular da vítima não ouvia através da ligação telefônica, porém foi possível o contato através do aplicativo WhatsApp. Desta forma, o supervisor pôde passar as orientações de como manter a calma e solicitar que todos permanecessem unidos. Também foi passada a informação de que a maré estava baixando e que os envolvidos não teriam risco de submersão”, explicou o tenente.

A partir da utilização do celular de uma das vítimas o trabalho do Corpo de Bombeiros foi facilitado, haja vista que estes se utilizaram da localização em tempo real para chegar até o local em que os casais estavam ilhados. “Após o resgate elas foram avaliadas e todas estavam conscientes e orientadas, com sinais de hipotermia, apenas o senhor Carlos Roberto, o qual apresentava uma lesão de contusão no braço direito e um corte no queixo”, destacou.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e as vítimas foram transferidas para os hospitais São Lucas e de Urgência de Sergipe (Huse).

por Daniel Rezende

Comentários