Embrapa investiga ocorrência de doenças no cultivo do Manjericão

0

Plantas de manjericão (Ocimum basilicum) com manchas escuras nas folhas foram coletadas em área de produção no município de Itabaiana e encaminhadas para o laboratório de Fitopatologia da Embrapa Tabuleiros Costeiros, onde foi diagnosticada a presença do fungo Pseudocercospora ocimicula. Este fungo causa a doença denominada cercosporiose do manjericão, e é extremamente prejudicial ao seu cultivo. 

O fungo causa manchas foliares de aspecto aveludado, além de lesões em pecíolos e hastes, provocando seca das folhas, desfolha prematura e redução significativa da floração. Em cultivares suscetíveis e em locais com ambiente úmido e temperaturas elevadas, a severidade da doença é muito alta e pode provocar a morte das plantas, resultando em prejuízos à produção.

O manjericão é uma planta aromática pertencente à família Lamiaceae, originária da Ásia e introduzido no Brasil pelos imigrantes italianos. É utilizado como condimento na forma de folhas verdes em massas ou processado como folhas secas inteiras ou moídas, como planta medicinal e também para extração de óleo essencial.

A área de cultivo do manjericão vem se expandindo no Brasil e teve expressivo incremento no Estado de Sergipe. Com o aumento da área plantada, problemas fitossanitários tendem a surgir e/ou se agravar. A correta  identificação de cada doença ou praga é fundamental para  a condução do plantio. 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais