Embrapa paralisa por 24h

0

Os servidores públicos federais da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Tabuleiros Costeiros de Sergipe) paralisaram os serviços por 24h. Procurando advertir o Governo Federal, a categoria que já participou de três rodadas de negociação reivindica 15% de reajuste salarial, mas obteve a contra-proposta de 3,34%.

 

“Como não houve nenhum avanço nas negociações decidimos parar por um dia”, ressalta José Roque de Jesus, presidente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Instituições de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário em Sergipe (Sinpaf).

 

Além do reajuste, a pauta de reivindicação da categoria conta também com a implementação do Plano de Cargos e Salários (PCS); a melhoria das condições de trabalho; mais investimentos para as pesquisas e contratação de pessoal para setores de campo e transporte.

 

Diante do impasse entre os servidores cerca de 80% das sessões sindicais em todo o país aprovaram a greve de 24h para o dia de hoje, que será marcada com a distribuição de panfletos para a população.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais