Embrapa promove eventos nacionais em SE

0

Mudas de coqueiro desenvolvidas em laboratório, sadias e livre de doenças
Terão início nesta segunda-feira, 19, a 17ª edição do Congresso Brasileiro de Floricultura e Plantas Ornamentais (17ºCBFPO) e o 4º Congresso Brasileiro de Cultura de Tecidos de Plantas (4º CBCTP) que acontece no Hotel Parque dos Coqueiros.

Os dois eventos, que vão acontecer simultaneamente, de 19 a 23 de outubro, são destinados aos pesquisadores, docentes, estudantes de graduação e de pós-graduação, engenheiros agrônomos ou florestais, biólogos, técnicos agrícolas, produtores agrícolas, empresários e demais pessoas interessadas nos temas. O foco do encontro será Ciência, Inovação e Sustentabilidade.

Os participantes vão debater inovações tecnológicas no cultivo de flores e plantas ornamentais. No outro congresso, o de Cultura de Tecidos de Plantas, eles abordarão novas aplicações da produção em laboratório de mudas de plantas, através da técnica de micropropagação que livra a muda de doenças e que podem ser garantidas por certificado.  O objetivo é a obtenção de mudas de alta qualidade e aumentar a competitividade agrícola, tanto para o mercado interno como para exportação.

“Nos dois congressos, nós queremos delinear perspectivas futuras para esses segmentos”, disse a pesquisadora Ana Ledo, pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros e coordenadora dos eventos, “Será dado um grande destaque à floricultura e à produção de mudas em laboratório como alternativas para a inclusão social, sem esquecer a preservação da flora, de riqueza inestimável”, complementou.

Vários cursos serão oferecidos aos participantes dos Congressos tais como Delineamentos Experimentais em Cultura de Tecidos, Criopreservação,  Micropropagação de Fruteiras Nativas e Naturalizadas, Meios de cultura, Critérios de Seleção de Espécies Nativas para a Floricultura, Produção e Cultivo de Orquídeas, Produção de Rosas para Exportação, Arte Floral e Paisagismo.

Os congressos são realizados pela Embrapa Tabuleiros Costeiros, Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Universidade Federal Rural de Pernambuco, em parceria com entidades oficiais e privadas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais