Estado e municípios debatem recursos do Acessuas

0
Evento teve técnicos do Ministério do Desenvolvimento Social

Para debater a aplicação dos recursos do Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho), a Secretaria de Estado da Inclusão Social recebeu, nesta terça-feira, 18 de julho, técnicos do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e representantes dos 17 municípios sergipanos que fizeram a repactuação do programa nas suas localidades.

Segundo a gerente da Proteção Social Básica da Seidh, Rita de Cássia Ferreira, o evento foi um momento importante para os municípios tirarem dúvidas sobre a aplicação dos recursos na execução do programa. “Os valores são específicos de cada município e, devido às mudanças nas gestões, muitos deles não conseguiram executar o programa na sua integralidade. Então o Ministério fez uma repactuação de metas, encerrada no mês passado, para que o recurso possa ser utilizado, e não devolvido pelos municípios”, detalhou.

O programa tem por finalidade promover o acesso dos usuários da Assistência Social ao mundo do trabalho, através de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas de trabalho, emprego e renda, e de mobilização e encaminhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social para o acesso a oportunidades. De acordo com Domitila Peixoto, analista de Políticas Sociais do Acessuas (MDS), trata-se de um trabalho prévio, que prepara o usuário. “O programa desenvolve um trabalho importante de empoderamento do usuário, para que ele consiga ter autonomia, após identificar os seus interesses em relação ao mundo do trabalho, perceber as suas potencialidades e habilidades”, explica.

Para ela, o encontro foi necessário, considerando que o programa passou por uma grande reformulação. “Além da importância de esclarecer as dúvidas, ouvimos de quem trabalha diretamente com os usuários o que eles estão pensando sobre as novas mudanças; e eles colaboraram, trazendo suas críticas. Essa troca é enriquecedora, pois ajuda a aprimorar o programa e, assim, cumprir a sua finalidade principal, que é ajudar as pessoas”, avaliou.

Lucimeire Amorim, Assistente Social da prefeitura de Aracaju, considera que a reunião foi necessária, ao mostrar o redesenho do Acessuas a partir da sua repactuação. “Vimos que o programa está mais voltado aos objetivos do Sistema Único de Assistência Social. Agora temos um trabalho de acompanhamento e acolhida muito mais voltado para o usuário em si. Por isso a reunião de hoje foi um divisor de águas importante para todos nós, concluiu.

Fonte e Foto: SEIDH 

Comentários