Estrutura da ponte Aracaju/Barra permanece inalterada, diz DER

0
(Foto: Sedurbs)

Os relatórios dos serviços de inspeção realizados no último mês de outubro, demonstram que a ponte construtor João Alves, que liga a capital sergipana ao município de Barra dos Coqueiros, permanece com a estrutura inalterada, tendo as variações em 10 anos dentro do esperado.

Divididos em cinco etapas entre os meses de abril e maio, junho e julho e outubro de 2021, os serviços corresponderam à Inspeção visual dos cabos-estais com a identificação das forças pela frequência de resposta; Ensaios dinâmicos e estáticos para determinação das frequências naturais de vibração da estrutura; Abertura de 35 ancoragens dos cabos-estais para avaliar aspectos de estanqueidade e verificação direta das forças das cordoalhas, com balanceamento se necessário (pesagem); Verificação da conformação geométrica da ponte, incluindo o greide do tabuleiro e verticalidade dos mastros; Parecer do desempenho estrutural e a durabilidade da ponte, considerando os resultados das inspeções e ensaios realizados no período.

Segundo o Diretor-presidente do DER, Anderson das Neves, os resultados do levantamento geométrico parcial são satisfatórios e dentro da normalidade. “A estrutura se manteve com a mesma conformação geométrica, uma vez que a variação encontrada em alguns pontos da ponte foi constante, o que remonta que a pequena diferença encontrada deve-se apenas ao fator de variação térmica da estrutura. Além disso, as inspeções realizadas nos serviços de manutenção das forças dos cabos-estais, concluíram que o estado de conservação das ancoragens dos quatro cabos permanecem eficientes”, detalha.

Anderson da Neves destaca ainda que a conclusão dos testes apontou outros aspectos favoráveis. “Foi realizado levantamento topográfico dos lados montante e jusante da ponte, tendo sido constatado que a estrutura se manteve com a mesma conformação geométrica, não havendo necessidade de ajustar nenhum dos cabos estais. A prova de carga ocorreu conforme o planejamento estabelecido e com os resultados obtidos corroboraram os esforços da campanha de 2012, assegurando que não ocorreram alterações significativas no comportamento estrutural da ponte, entre os períodos de 2012 e 2021, estando ela apta e segura para o tráfego”, enfatiza.

Fonte: Sedurbs 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais