Ex-banesianos fazem manifestação durante toda noite

0

Concursados desempregados passam a noite em frete ao palácio do Governo
Ex-banesianos passaram a noite em frente ao Palácio do Governo, na avenida Adélia Franco. Segundo uma das líderes do movimento, Carminha Vasconcelos, o ato foi uma forma de chamar a atenção do governador para a situação dos concursados que foram demitidos.

“Não estamos mais chamando esse ato de reintegração, estamos chamando de readmissão, pois queremos voltar ao nosso trabalho, que conseguimos através do concurso”, ressaltou Carminha Vasconcelos.

De acordo com a líder, os funcionários concursados foram demitidos para dar lugar a ‘apadrinhados’. “Nós já sofremos muito, estamos desempregados desde 1994 passando por diversas humilhações, enquanto filhos e amigos dos apadrinhados são terceirizados pelo Banco do Estado de Sergipe”, acusou Carminha.

Carminha diz que concursados deram lugares a “apadrinhados”
Carminha Vasconcelos também pontuou que a situação dos ex-funcionários do Banese foi implantada pelo Governo de João Alves. “João plantou, Albano semeou e agora Déda ficou com a responsabilidade de cuidar dessa situação, já que o governo é imparcial”, ressaltou

Segundo a líder, a manifestação voltará a acontecer, caso não sejam ouvidos por representantes do governo. “Já tentamos outras vezes um diálogo, mas na última vez não fomos recebidos porque estavam resolvendo questões sobre o crack. Acho importante cuidar da questão das drogas, mas será que não é importantes cuidar dessas pessoas que estão desempregadas há mais de 10 anos? E nossas famílias, será que não está sofrendo? ”, questionou Carminha.

De acordo com assessoria de comunicação do Banese, a posição da empresa é de que as demissões ocorreram na forma prevista na lei e só pode haver contratação mediante concurso público.

OBS: a matéria foi alterada às 18h27 para acréscimo da resposta do Banese.

Comentários