Ex-sindicalista morre em assalto

0

Manoel Dionísio Cruz, ex-sindicalista, foi assassinado ontem no município de São Francisco, durante um assalto à agência dos Correios. Durante o assalto, alguns clientes foram colocados no banheiro da agência, quando uma das vítimas reagiu e um bandido disparou contra Cruz.

 

Um dos assaltantes também morreu durante o assalto. Os outros dois foram presos durante a fuga. Os detidos também são acusados de efetuar assaltos a outras agências da empresa em alguns municípios do Estado.

 

Dionísio Cruz foi um dos fundadores da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Sergipe e presidente nacional do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Poço Redondo, no sertão sergipano. Atualmente, ele atuava no Cáritas do Brasil, na Diocese de Propriá (a 98 quilômetros de Aracaju) e como assistente no assentamento São Francisco de Assis.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais