Executor da chacina de Propriá é preso em Alagoas

0

Uma ação de policiais civis e militares de Sergipe e Alagoas resultou na prisão de Alisson Santos Amorim, o “Índio”, de 22 anos, acusado de ser um dos executores da chacina ocorrida em 6 de fevereiro deste ano na cidade de Propriá, norte do Estado, onde quatro jovens foram baleados em uma festa de aniversário.

“Índio” foi encontrado em Porto Real do Colégio (AL), quando a casa onde ele estava foi cercada pelos policiais na última sexta-feira,12. Eles cumpriram mandado de prisão expedido pelo juiz da comarca de Propriá, Rômulo Dantas Brandão.

Segundo o delegado regional de Propriá, Antônio Francisco de Oliveira Filho, a ordem de prisão contra “Índio” diz respeito aos quatro homicídios, cuja participação está mais que comprovada. “Ele foi reconhecido pelas várias testemunhas do crime e também confessou sua participação. Também conseguimos prender, há um mês, um comparsa que agiu com ele”, disse Francisco, referindo-se a Aparecido Rodrigues, o “Rodriguinho”, 27 anos, detido em Propriá por envolvimento em outro crime.

O delegado disse que estas mortes foram frutos de um desentendimento entre os acusados e um rapaz conhecido como “Michel”, a quem “Índio” teria emprestado uma arma. “O Michel ficou com a arma do Índio e os dois passaram a se desentender, fazendo ameaças de morte. Foi quando o Índio chamou o Rodriguinho e foi tentar executar o Michel, mas acabou matando os outros, que nada tinham a ver. Na verdade, essa briga também envolveu outras disputas do meio da marginalidade”, disse, acrescentando que a prisão dos dois acusados evitou que outras duas mortes acontecessem.

As vítimas da chacina, identificadas como José Leandro da Silva, 16 anos, Pablo Daniel Lessa Andrade, 17, Alessandro Farias Ataíde, 22, e Siderval Santos Feitosa, 26, foram assassinados quando participavam de uma festa nos fundos de um bar localizado na Rua Dom Gilvêncio de Brito, em Propriá. No dia seguinte ao crime, José Santana dos Santos Filho foi encontrado morto em Cedro do São João. Durante a investigação deste assassinato, a Polícia Civil descobriu que ele era um dos autores da chacina de Propriá. 

Fonte: SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais