Explosão no Bompreço deixa funcionário gravemente ferido

0

Funcionários foram dispensados (Fotos: Portal Infonet)

A explosão de um forno na padaria do supermercado Bompreço localizado à Praça João XXIII, Centro de Aracaju, deixou o funcionário José Oliveira, de cerca de 50 anos, com um ferimento grave e uma cliente com um ferimento leve na testa.

De acordo com o cabo da Polícia Militar de Sergipe, Amintas Oliveira,  os bombeiros foram acionados para detectar se há algum tipo de vazamento.

“Houve a explosão do forno e a preocupação dos bombeiros é porque esse tipo de procedimento não exala nenhum odor. A padaria está completamente danificada. A porta do forno é muito pesada e arrancou. Felizmente mais pessoas não ficaram feridas. Tem muito sangue no local e a informação que obtivemos é de que o forneiro foi levado ao hospital com ferimentos graves no braço”, relata o cabo Amintas.

Bombeiro solicitando acesso à loja

A assessoria de imprensa informou que "o Bompreço vai aguardar o laudo da Perícia Técnica da Polícia Civil de Sergipe para conhecer a causa do acidente ocorrido na tarde desta quarta-feira com um forno da padaria de sua loja localizada na Praça da Estação Rodoviária Luiz Garcia, centro de Aracaju. Informa ainda que o funcionário José de Oliveira, ferido no braço, se encontra hospitalizado e não corre risco de morte. A empresa acompanha e presta toda a assistência ao funcionário. Já à cliente Maria José Bispo dos Santos, atingida de raspão por um pedaço de vidro, não precisou ser hospitalizada.

Por fim, comunica que a loja deve ser reaberta ao público a qualquer momento, enquanto a padaria permanecerá fechada até que as causas do ocorrido sejam esclarecidas".

Barulho

“Moça, eu pensei que ia morrer. Estava trabalhando tranquilamente, quando ouvi um barulho tão grande, mas tão grande, que pensei que todo mundo ia morrer. Voou vidros por todos os lados, vários colegas se cortaram tentando ajudar os clientes que corriam e gritavam, tentando achar a porta da saída. Os corredores estão lavados de sangue. Eu só não vou mentir dizendo que a padaria não funciona. A padaria é nova, é tudo moderno, até trocaram o lado, que antes funcionava do lado dos frios. O problema é que não fazem manutenção nos equipamentos e agora só Deus sabe o que vai acontecer com nosso colega Oliveira”, afirma um funcionário que pediu para não ser identificado.

Delegado João Martins, da 2ª DM e equipes da Criminalística

Cabo Amintas relata o que viu na padaria do Bompreço

Cliente  deixou o carrinho com a compras e correu

“Todos os funcionários estão assustados e preocupados com o forneiro Oliveira. Mas o que está deixando a gente mais angustiado ainda é o gerente de triagem, o Sr. Mauro chegar aqui e dizer que a loja deve ficar aberta, funcionando normalmente. Não pensou nem no  homem que trabalha há mais de 20 anos na loja e está mal no hospital. É mesmo uma falta de sensibilidade”, completa uma promotora de produtos que também preferiu manter a identidade em sigilo.

“Eu moro no Povoado Calumbi, em Nossa Senhora do Socorro e estava fazendo compras com meu filho. Deixei o carrinho lá no meio e corri. A gente só pensa mesmo que vai morrer”, completa a dona de casa, Maria Inês da Conceição Santos.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais