Extermínio: juiz decreta prisão de capitão da PM

0
Capitão reformado permanecerá preso no Presmil (Foto: Arquivo Infonet)

O juiz Edno Aldo Ribeiro de Santana, substituto da Comarca de Poço Verde, determinou a prisão temporária do capitão reformado da Polícia Militar Josenildes Rodrigues Santana, 60, acusado de envolvimento em suposto grupo de extermínio que teria atuação no município de Poço Verde.

O capitão reformado está preso disciplinarmente desde terça-feira, 16, por determinação do Comando Geral. Ele foi identificado como integrante do suposto grupo de extermínio nas investigações policiais que estão sendo desenvolvidas pelo delegado Éverton Santos, coordenador das Delegacias de Polícia Civil do Interior.

Por se tratar de prisão administrativa disciplinar, que tem prazo de vigência de 72 horas, o capitão reformado seria libertado na noite desta sexta-feira, 19. Mas permanecerá preso por mais 30 dias, atendendo determinação judicial.
O comando do Presídio Militar recebeu a notificação na manhã desta sexta-feira, 19, conforme informações do major Paulo César Paiva, chefe da 5ª Seção da PM.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais