Família de jogador cobra justiça na porta do Gumersindo Bessa

0

Família do jogador pediu justiça na porta do fórum (Fotos: Portal Infonet)
Está acontecendo desde o início da manhã desta sexta-feira, 27, no Fórum Gumersindo Bessa, audiência de júri popular em que o policial civil Antônio Oliveira de Jesus está sendo acusado de ter assassinado o jogador de futebol Édmo Ângelo Barreto, em maio de 2005, no bairro Farolândia.

Familiares de Édmo Barreto ficaram na porta do fórum, usando camisas e faixas pedindo justiça. “Foi um crime cruel, principalmente porque o policial era muito amigo do meu pai. A gente tinha restaurante e ele comia quase todos os dias lá. No dia do crime, ele foi até o restaurante, comeu lá. Eles se desentenderam e meu irmão foi assassinado na frente de casa. Agora a gente quer justiça”, exclama a irmã da vítima, Eline Barreto de Oliveira.

Eline Barreto: “Meu irmão foi assassinado na porta de casa”

 

 

Ela informou ainda que o irmão era jogador de futebol. “Meu irmão foi jogador do Sergipe, do Confiança. Tinha uma carreira pela frente e foi assassinado com apenas 28 anos”, lamenta Eline Barreto.

Até o fechamento dessa matéria, o júri presidido pela juíza da 5ª Vara Criminal, Olga Barreto, prosseguia no Fórum Gumersindo Bessa.

Por Aldaci de Souza

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais