Família de mulher esfaqueada pelo ex-marido pede Justiça

0

Áurea levou vários golpes de faca na Avenida Francisco Porto (Foto:Portal Infonet)

A família de Áurea Alves Dantas, 38 anos, que foi esfaqueada na avenida Francisco Porto pelo ex-marido Ricardo Santos Costa clama por Justiça. Marialva dos Santos, mãe da esteticista, revela que não consegue dormir e se alimentar desde o dia do crime. “Você não imagina a dor que estou sentindo. Minha filha não merece sofrer tanto assim por causa de um monstro como aquele homem”, desabafa.

O Portal Infonet conversou com a mãe da vítima na residência da família na manhã desta quinta-feira, 3. Ela revelou que Áurea se separou por não aguentar mais os maus tratos e que mesmo depois de deixar o casamento, o ex-marido, cujo primeiro nome é Ricardo, continuava a ameaçá-la. “Sempre que ele batia nela, ela corria aqui para casa, mas ficava pelos cantos se escondendo para eu não perceber”, lembra Marialva, ressaltando que Ricardo estendeu as ameaças à família.

Ricardo está foragido desde o dia do crime e utiliza o carro da ex-mulher (Foto: Arquivo Pessoal)

Ricardo também se passava por pastor evangélico para enganar toda a família, segundo a ex-sogra que o acusa de pregar em diversas igrejas da Assembléia de Deus em vários bairros de Aracaju. 

Foragido

Também na manhã desta quinta-feira, 3, Iraildes Dantas Santos, irmã de Áurea, esteve na Delegacia de Atendimento aos Grupos Vulneráveis (DAGV), onde registrou um novo boletim de ocorrência. “A minha luta agora é no sentido de ajudar a polícia prender esse criminoso, que está foragido e em posse do carro da minha irmã”, lamentou.

Ricardo está foragido desde o dia em que cometeu o crime. O carro a que a irmã de Áurea se refere é um Ford Fiesta Flex, de cor preta, e placa policial IAA 6929. Quem tiver informações do paradeiro do homem pode entrar em contato com a polícia através do disque denúncia 181.

Hospital

O Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) informou, em boletim médico, que Áurea permanece em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e ainda respira com a ajuda de aparelhos. Durante a madrugada ela apresentou febre, mas apesar disto não foi registrada nenhuma grande intercorrência.

Por Alcione Martins

Comentários