Famílias com Bolsa Família bloqueado tem até 31 de dezembro para regularização

0

6.883 benefícios estçao bloqueados ou cancelados por não atualizarem dados
Vai até o dia 31 de dezembro o prazo para atualização do cadastro do Bolsa Família para os casos de bloqueio do benefício. Mais de seis mil famílias tiveram o pagamento cancelado ou bloqueado por não cumprirem o prazo normal, encerrado dia 31 de outubro, e têm até o fim deste ano para regularizar a situação.

De acordo com o coordenador do Cadastro Único do programa na Secretaria de Estado Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides), José Carlos Ferreira, o cancelamento do Bolsa Família ocorre quando os beneficiários estão fora dos padrões exigidos pelo programa, perdendo direito ao auxílio financeiro; o bloqueio ocorre pela desatualização ou pelo descumprimento de algum requisito.

“Muitas famílias acabam migrando de município, por exemplo, e não sabem onde devem atualizar o cadastro. Além disso, tem aquelas que estão fora do perfil exigido pelo programa e, ou não aparecem para recadastrar, ou quando o fazem, estão fora dos padrões”, explica José Carlos. Segundo ele, as famílias podem atualizar o cadastro nas Secretarias Municipais de Inclusão Social ou Centros de Referência e Assistência Social (CRAS), levando a documentação de toda a composição familiar, incluindo a declaração escolar dos filhos.

A partir da regularização do benefício, todo o pagamento que ficou bloqueado é liberado, podendo acumular até três meses. Em no máximo um mês após a atualização o pagamento é reativado. Já para o caso de cancelamento, não há como o benefício ser retomado. Em Sergipe 214.837 famílias estão com o cadastro regularizado e recebendo o benefício normalmente.

Comentários