Famílias do Largo da Aparecida são abrigadas em hotéis de Aracaju

0

19 famílias da localidade foram acolhidas em um hotel da cidade (foto: Sérgio Silva /PMA)

Desde o início da tarde desta quarta-feira, 20, a Prefeitura de Aracaju, por meio das equipes das secretarias municipais da Assistência Social e da Defesa Social e da Cidadania, está prestando auxílio às famílias residentes do Largo da Aparecida, no bairro Jabotiana. Devido ao acumulado de chuva das últimas 48h, que soma 100 mm, e o montante contabilizado durante o mês, que já soma 225 mm, a barragem do Poxim verteu.

A elevação da vazão de água foi comunicada pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), que administra a barragem. Por conta disso, o prefeito Edvaldo Nogueira reuniu o Comitê de Gerenciamento de Crise, no início da tarde, através de videoconferência, para tratar do impacto das fortes chuvas em Aracaju, em especial no bairro Jabotiana, e definir as ações preventivas e de atendimento à população da região.
Sabendo da possibilidade de alagamento na região do Largo da Aparecida, a gestão municipal, preventivamente, iniciou o processo de retirada de grupos vulneráveis, público mais atingido pelo possível transbordamento do rio Poxim Mirim. Inicialmente, 19 famílias da localidade foram acolhidas em um hotel da cidade.
De acordo com a secretária da Assistência Social de Aracaju, Simone Passos, foram levadas, prioritariamente, idosos, pessoas com deficiência e/ou com dificuldade de locomoção (gestantes e famílias com crianças).
“Nos antecipamos à situação. Recebemos o alerta da Defesa Civil e após uma reunião com o Comitê de Gerenciamento de Crise, decidimos retirar essas pessoas de suas residências e levá-las para um lugar seguro para evitar aglomerações por conta da pandemia do novo coronavírus. Os pertences dessas famílias serão recolhidos pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos, a Emsurb,  e levados para um galpão da secretaria”, explicou.
Simone ainda destacou que a logística foi montada para atender a todas as famílias da localidade. A alimentação e a estada estão garantidos pelo tempo que a Defesa Civil considerar necessário e seguro. As equipes da Secretaria Municipal da Saúde medem a temperatura de todas as pessoas assistidas pelo Município nesse trabalho, verificando o estado de saúde de cada um para, depois, leva-los ao hotel até que a situação se reestabeleça”, finalizou.

Fonte: AAN

Comentários