Famílias ficam na torcida por candidatos da Polícia Civi

0

Famílias ficam na torcida por candidatos da Polícia Civi (Fotos: Portal Infonet)

Eliane Maria estava torcendo pela filha

O noivo de Mitrine foi acompanhar a sogra na torcida

O marido de Râmylla, Vitor Hugo, também foi dar uma força

Na manhã deste sábado, 24, familiares e amigos compareceram ao Complexo Esportivo da Universidade Federal de Sergipe (UFS) para prestigiar centenas de candidatos, que foram pré-selecionados no concurso da Polícia Civil para participar do primeiro dia do Teste de Aptidão Física (TAF).

A convocação do TAF listou 880 candidatos para prestar a prova física neste final de semana. E teve muita gente na torcida. Eliane Maria de Jesus estava empolgada torcendo pela filha durante a prova de corrida. “Estou 1000% na torcida. Ela está preparada para isso”, disse a mãe de Mitriene.

E a mãe da candidata não foi sozinha. Aproveitou a ocasião para levar o genro e ambos ficaram na torcida por Mitriene. “Acho que a gente fica mais nervoso aqui fora do que quem está lá”, disse o noivo da candidata, Mario Vitor. “O objetivo maior é conquistar estabilidade”, completou o companheiro.

Vitor Hugo também pensa por esse lado. Ele estava na torcida pela sua esposa Râmylla, que já é da Guarda Municipal, mas decidiu tentar entrar na Polícia Civil. “Ela está indo bem aqui. Também sou funcionário público. Então, nosso objetivo é estabilizar”, disse. “Não temos filhos ainda, quem sabe se a gente se estabilizar”, brincou o marido da candidata.

Os testes físicos seguirão até o domingo, 25. A empresa coordenadora do concurso é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Por Helena Sader e Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais