Famílias vão permanecer no São Conrado

0

Reunião contou com parlamentares/Fotos: Silvio Rocha/AAN
Após acordo entre o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e o Sr. Aquilino Ribeiro da Fonseca, proprietário do terreno onde moram várias famílias no bairro São Conrado, o juiz da 2ª Vara Federal,Fernando Escrinavi, decidiu no final da tarde desta quarta-feira, 25, pela extinção da decisão que determinava a reintegração de posse da área ocupada pelas famílias do bairro São Conrado.

Na reunião na Justiça Federal, tanto o representante do Ibama como o advogado do proprietário do terreno, afirmaram não ter interesse no despejo dos moradores que se mobilizaram por todo o dia de ontem, fechando a av. Heráclito Rollemberg, fazendo passeata, se reunindo com o prefeito Edvaldo Nogueira, advogados e vereadores. Para o advogado do Sr. Aquilino, José Gomes de Brito, o único interesse de seu cliente é receber a indenização.

A audiência foi solicitada pela Prefeitura de Aracaju e de acordo com o vice-prefeito Silvio Santos, o juiz federal Fernando Stefanil é digno de elogios pela decisão. “Encontramos uma sensibilidade muito grande do magistrado, que ao perceber que havia nas partes do processo a intenção de pressionar a Prefeitura a pagar pela área, extinguiu o processo e suspendeu a reintegração. Foi uma decisão madura, sensível e equilibrada, que atende à expectativa das famílias e da Prefeitura”, destaca.

José Augusto, líder comunitário do São Conrado
Silvio Santos disse ainda que o prefeito Edvaldo Nogueira vai tornar a área em questão de utilidade pública, discutindo valores de indenização pelo terreno. “Continuaremos levando os benefícios que a população merece”, resumiu. O vice-prefeito foi acompanhado pelo secretário de Governo, Bosco Rolemberg, e pelo procurador geral do Município, Luiz Carlos Santana.

A audiência contou ainda com a participação de representantes dos moradores do São Conrado, o deputado federal Jackson Barreto e  o advogado João Fontes, os deputados estaduais Tânia Soares, Adelson Barreto, Mardoqueu Bodano, Gilmar Carvalho e Venâncio Fonseca, os vereadores Jailton Santana, Ivaldo José e Nitinho Vitale, além do superintendente do Ibama em Sergipe, Manoel Rezende, a procuradora federal Karina Marx, e advogados do proprietário do terreno.

Com Informações da AAN


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais