FBC: A importância da criatividade nas Páginas amarelas da Veja

0

A Revista Veja em sua edição de 28/6/2006 nas Páginas Amarelas trás uma entrevista concedida pelos famoso historiador inglês  Paul Johnson. Nessa entrevista Johnson denomina a criatividade como “o motor do mundo” e fala da sua importância como uma poderosa arma para o progresso das nações. Estamos reproduzindo alguns trechos da entrevista:

“Só a criatividade pode garantir o progresso. O problema é que o homem tem uma propensão negativa a encontrar razões científicas ou morais para frear a criatividade, seja na politica ou nas artes.”

“A Índia terá mais chance de crescimento do que a China porque é um país onde existe a liberdade. Novas idéias somente emergem onde as pessoas são livres para pensar.”

“O problema da America Latina está na sua origem histórica. Brasil, por exemplo, desde o descobrimento nunca teve uma elite criativa e pragmática comparável à geração de Thomas Jefferson e George Washington nos USA.”

“Ninguém cria no vácuo. Todas as civilizações evoluem de sociedades anteriores. Também ninguém vira um grande criador por sorte. Todo ato criativo, mesmo quando ele surge de um lampejo, é fruto de muito trabalho, estudo e conhecimento.”

“A história tem mostrado que os grande líderes têm poucas idéias mas elas são muito bem executadas.” 

Agora vamos imaginar um país com grandes líderes e muitas idéias, quem o segurará? Acompanhe os trabalhos da FBC pelo nosso portal: www.fbcriativo.org.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais