Federação do comércio tem novo presidente

0

A posse contou com a presença de empresários (Fotos: Portal Infonet)
Na noite desta segunda-feira, 12, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio) realizou a posse da sua nova diretoria eleita no Centro de Convenções de Sergipe (CIC). O empresário Abel Gomes da Rocha Filho é o novo presidente da federação.

Também foram empossados a diretoria executiva composta por Marcelo Oliveira (1º Vice-Presidente); Fernando Augusto Moraes Silva (2º Vice-Presidente); José Marcos Andrade (1º Secretário); Edivaldo Francisco Cunha (2º Secretário); e Alex Garcez (1º Tesoureiro); Hugo Lima França (2º Tesoureiro); Juliano César Faria Souto (Diretor para Assuntos do Comércio Varejista e Atacadista); Gilson Silveira Figueiredo (Diretor para Assuntos Governamentais); Francisco de Assis Santos (Diretor

O novo presidente Abel Gomes
para Assuntos da Comunidade e Serviços); Carlos Baptista Dias (Diretor para Assuntos Fiscais e Tributários) e Fernando Silva Barreto (Diretor para Assuntos Trabalhistas).

Com o lema Eficiência com Gestão Participativa, os novos diretores irão gerir os destinos da Fecomércio prometendo ampliar e desenvolver os programas já em andamento pela entidade. Para o novo presidente da Fecomércio uma das  principais metas do novo presidente será fortalecer os sindicatos filiados, para que eles se tornem independentes e não dependam da Federação do Comércio.

“Pretendemos ampliar ainda mais o atendimento nos diversos municípios sergipanos, levando cursos e projetos que venham beneficiar os empresários de todo o

A solenidade de posse foi bastante concorrida
Estado de Sergipe. O nosso antecessor, Hugo França, já deu início a esse processo, levando cursos para o empresariado através dos Projetos Automação Comercial e Conectar, mas, nós vamos marcar mais ainda a presença da Fecomércio no interior”, afirmou Abel Gomes que ressaltou a importância de creches para os comerciários.

“Atualmente, nós só temos apenas uma creche funcionando aqui em Aracaju para atender 50 crianças, filhas de comerciários, mas, este número, pretendemos ampliar substancialmente, com a construção de mais unidades”, enfatizou Abel.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais