Festa organizada pelas redes sociais acaba com 10 pessoas presas

0
Uma pessoa foi presa portando simulacro de arma de fogo (Foto: PM)

Cerca de 10 pessoas que participavam de uma festa em via pública, no bairro Grageru, zona sul da capital, foram presas pela Polícia Militar. O evento, que reunia centenas de jovens, não tinha autorização da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) para acontecer.

O comandante de policiamento da capital, coronel Vivaldy Cabral, descreveu a festa como uma “desorganização generalizada”. De acordo com ele, os participantes consumiam bebidas e drogas ilícitas e uma intervenção precisou ser realizada. “A convocação dessa festa, chamada de ‘Bloquinho Proibido’, foi feita pelas redes sociais. Não tinha organizador e ia reunir diversos ‘paredões’ [de som]. Umas das pessoas presas portava um simulacro de arma de fogo”, disse.

A Polícia Militar não registrou quantidade aproximada de pessoas na festa, mas informou que a ocupação de uma praça e algumas ruas da região.

A Emsurb esclareceu que, para realizar um evento em via pública, é necessário enviar um ofício à empresa, solicitando liberação. O documento deve ser enviada com, no mínimo, 15 dias de antecedência, e conter informações como data, horário inicial e final, objetivo, entre outros.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais