Filas grandes na hora de trocar os presentes

0

Muitas pessoas enfrentaram fila para trocar os presentes de Natal
Depois das festas, muita movimentação nas ruas do centro comercial de Aracaju. Se antes o motivo era a compra dos presentes, agora chegou a vez de trocá-los.

 

Cor, modelo e tamanho são apenas alguns dos fatores que levaram várias pessoas aos setores de troca das lojas. “Desde muito cedo, por volta de umas 9h, os clientes começaram a chegar com as sacolas nas mãos e a loja ficou uma loucura”, disse Tatiana Fonseca, funcionária de uma das lojas de departamento do centro comercial.

 

A dona de casa Márcia Moura enfrentou quarenta minutos numa fila para trocar um presente para o sobrinho. “A blusa que comprei para ele não deu e a minha irmã não pode vir, então tive que enfrentar essa maratona sozinha mesmo, né?”, disse ela. Já a funcionária pública Edna Oliveira enfrentou a fila porque não

Para passar o tempo, muita conversa nas filas
gostou da blusa que ela mesma comprou. “Achei bonita na hora, mas depois vi que não ia ficar legal com a calça que comprei para o ano novo. Agora tenho que trocar”, conta.

 

A funcionária Tatiana explica que é preciso prestar bastante atenção na hora de comprar presentes para os outros e para si mesmo. “O ideal é perguntar antes o tamanho, a cor favorita, ter alguma noção do presente que a pessoa quer ganhar. Assim o erro é menor. Quando for compras pessoais, veja realmente se é aquela peça que você vai levar senão, com certeza, vai perder um tempo desnecessário na fila da loja”, explica Tatiana.

 

De maneira geral, as lojas dão um prazo de trinta dias para trocas, a contar da data da compra, mediante apresentação de nota fiscal. Em alguns casos, a nota fiscal é dispensada se o cliente levar o produto com a etiqueta original.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais