Fim de retorno na Tancredo Neves divide opiniões

0

Retorno da Av. Tancredo Neves foi fechado pela SMTT (Fotos: Portal Infonet)

Após o fechamento de um dos retornos da principal via que liga a zona Sul à zona oeste de Aracaju, a Avenida Tancredo Neves, os cidadãos que transitam na localidade manifestam opiniões diversas sobre a ação dinamizada pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).

Segundo o soldador Gladson Brito, a interdição é abusiva. “O veículo de quem sai do Conjunto Sol Nascente, por exemplo, só pode realizar retorno para percorrer a outra faixa da Avenida Tancredo Neves quando passa por baixo do viaduto do Distrito Industrial de Aracaju (DIA). O que tornou o trajeto muito longo”, reclamou o cidadão.

Já o comerciante Sales Santos, que há três anos trabalha num ponto situado próximo ao antigo retorno, assegura que o trânsito no local foi melhorado. “Antes do fechamento, duas outras vias eram liberadas para motoristas que usavam o retorno, o que não acontece agora. O retorno obrigava os motoristas a reduzir a velocidade. Agora, eles seguem livremente pela Avenida, sem interrupções, evitando acidentes”, explicou o trabalhador.  

Soldador Gladson Brito diz que interdição é abusiva

De acordo com o diretor de comunicação da SMTT, Flávio Vasconcelos, a medida que ocasionou o fechamento de um dos retornos da Avenida Tancredo Neves visa a segurança no trânsito e o favorecimento da mobilidade urbana.

“Estamos tratando de um dos trechos da capital onde há grande fluxo de veículos e o maior índice de acidentes. Com o retorno, em vez de três, os usuários utilizavam duas faixas, já que uma delas estava reservada para os que faziam o retorno, o que causa uma retenção no fluxo. Outro fator diz respeito aos carros que saíam dos conjuntos Sol Nascente ou Santa Lúcia e aguardavam a saída de carros para ter acesso ao retorno e quando encontravam oportunidade, aceleravam o veículo para cruzar a Avenida”, detalhou o diretor.

Quanto à distância do antigo retorno até o viaduto do DIA, Vasconcelos conclui que o incômodo de alguns se dá até que todos estejam cientes de que mudanças como essa são necessárias para acompanhar as transformações urbanas ocorridas em Aracaju. “Uma mudança cultural que torna a visão do aracajuano compatível ao grau de desenvolvimento da capital possibilita a compreensão das

Comerciante Sales Santos assegura que trânsito no local foi melhorado

pessoas. Trata-se de uma Avenida muito movimentada, portanto favorável ao circuito de veículos sem interrupções”, pontuou.

Novas ações

Outras ações da SMTT devem ser desencadeadas na Avenida Tancredo Neves. “Há possibilidade de criação de um cruzamento semaforizado nas imediações da empresa Toyota, em função de outro acesso para retorno de veículos. Outra medida a ser adotada visa a aplicação de um sistema de transporte que prevê a criação de canaletas exclusivas para circulação de ônibus”, anunciou o diretor de comunicação da SMTT.

Transparência

Para ter acesso às ações a serem executadas pela SMTT, segundo Vasconcelos, o cidadão pode acessar o site da

Condutores utilizam retorno localizado abaixo do viaduto do DIA 

Prefeitura de Aracaju e interagir com profissionais através da ouvidoria (79 3243 4646). “Outra forma de interagir com o órgão se dá através do ‘disk trânsito’ (118), que registra denúncias, críticas, solicitações para resolução de problemas no trânsito, entre outros serviços. É uma forma de manter transparente as ações da Superintendência e de ouvir a opinião da população sobre os procedimentos realizados”, informou o diretor de comunicação da SMTT.

Por Nubia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais