Fiscalização da Adema coíbe construção ilegal em área de preservação

0
Duas pessoas foram autuadas e responderão por crime ambiental (Foto: Adema)

Uma fiscalização conjunta de reconhecimento na área recém-criada do Parque Estadual Marituba, nos municípios de Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas, na Grande Aracaju, resultou na apreensão de maquinários e matérias de construção na área de preservação permanente. Duas pessoas foram autuadas e responderão por crime ambiental.

Uma ronda de reconhecimento flagrou pessoas voltando a construir imóveis no local e fazendo uso indevido dos recursos hídricos do parque, com a utilização de bombas para a sucção de água e perfuração de poço artesiano. Em ambos os casos a equipe de fiscalização constatou que houve reincidência do crime ambiental.

Foram apreendidos maquinários, tijolos, bombas de água e estacas de cimento. A Adema fez a autuação pelo Estado, no cumprimento da lei de crime ambiental no que diz o respeito a dano em unidade de conservação ambiental e uso indevido de recurso hídrico com perfuração de poço sem o licenciamento devido. Os materiais apreendidos ficaram sob a responsabilidade da comissão de APP da Barra dos Coqueiros.

A Serhma atuou ainda no trabalho de conscientização com as pessoas que vivem nas imediações do parque. Segundo o Diretor do Departamento de Gestão e Meio Ambiente, Elísio Marinho dos Santos Neto, é importante a realização dessas ações para coibir novas invasões em uma área tão importante como o Parque Estadual Marituba. “O Parque foi criado recentemente para proteger o ecossistema costeiro e a comunidade precisa entender a importância dessa relevância ecológica para a realização de pesquisa científica e educação ambiental, por isso esse nosso trabalho de conscientização será permanente”, disse.

A gestora do Parque, Valdelice Leite Barreto, destacou que o parque é a primeira unidade de conservação de proteção integral estadual, localizado na zona costeira do estado de Sergipe e o quanto é importante que a comunidade que está inserida na região tenha consciência de que o parque precisa ser conservado. “O reservatório Marituba precisa ser preservado. O Estado criou o parque por decreto e vamos continuar agindo para que ele cumpra a sua função. Adotaremos sempre as medidas necessárias para a sua efetiva proteção, conservação e controle”, explicou.

Operação

A operação contou com a presença da equipe da Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), o pelotão Ambiental da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE) e da Comissão de Área Permanente de Preservação Ambiental (APP) do município de Barra dos Coqueiros, coordenados pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs).

por João Paulo Schneider

Com informações do Governo do Estado 

Comentários