Fiscalização eletrônica será implantada até março

0
Período de testes deve inicar em 15 dias (Foto: Arquivo Infonet)

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) pretende iniciar o processo de fiscalização eletrônica do trânsito da capital sergipana a partir do mês de março deste ano. A informação é do superintendente da SMTT, Nelson Felipe.

Segundo ele, uma empresa já foi classificada mediante processo licitatório. “A fiscalização eletrônica já foi licitada, temos uma empresa classificada, não é vencedora. Ela deve apresentar já os equipamentos para testes no decorrer do mês de fevereiro. Acredito que tudo dando certo e não havendo nenhum contratempo, no mais tardar em março, teremos o trabalho sendo implantado efetivamente na cidade”, informa.

O próximo passo de acordo com Nelson Felipe, será a implantação dos equipamentos eletrônicos para testes que deve ocorrer em um prazo de 15 dias. “A empresa tem 20 dias para colocar os equipamentos e os testes devem começar no máximo em 15 dias. A empresa terá um mês para testes e dando tudo certo a gente contrata. Não é ela que diz onde será implantada, mas a SMTT. A única coisa que a empresa faz é o trabalho eletrônico”, diz.

Nelson Felipe diz que em março o trabalho deverá ser implantado efetivamente 

Nelson Felipe defende que a implantação dos radares possa inibir as práticas de alguns motoristas. “Hoje a maior causa de acidentes na cidade é o avanço do sinal e isso ocorre justamente porque não tem a fiscalização. Não consigo colocar um agente em cada semáforo ou sinaleira e então a fiscalização inibe essa prática. Em torno de 80% dos acidentes que acontece é sobre o avanço de sinal. É bem verdade que a noite tem que ter tolerância por conta da segurança, mas não é justificável que pelo dia e horário de pico pessoas avencem o sinal e causem acidentes graves que temos vistos”, afirma.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais