Floriculturas lucram com Dia dos Namorados

0

Venda de buquês aquece o dia 12 de junho
Doze de junho: dia dos casais apaixonados, que comemoram a sua data. Em Aracaju, não é diferente. Lojas cheias de homens e mulheres que, devido à correria do dia-a-dia, deixaram para comprar os presentes e lembranças em cima da hora.

No centro da cidade, o movimento é grande nas floriculturas e lojas de decoração. Em uma floricultura próxima à Praça Olympio Campos, no Centro, a venda de buquês supera as expectativas. “Todo mundo sempre deixa para comprar os presentes pra última hora: é a velha mania brasileira. Aqui, os presentes vão desde R$ 5 até R$ 78”, diz a vendedora Marilúcia Souza.

Buquê tradicional, de rosas vermelhas, ainda é o mais procurado
Última hora

O professor Cleverton Brito deixou para comprar o presente da namorada na manhã desta sexta-feira. “No corre-corre, deixei pra última hora. Preferi ser tradicional e dar um buquê comum, de rosas vermelhas”, disse o professor.

As atendentes falam que a intenção é aumentar as vendas até o fim do dia. “Estamos apenas começando. Hoje em dia, homens e mulheres dão flores de presente. E, afinal de contas, não tem uma mulher que não espere ganhar flores hoje, não é mesmo?”, falou a vendedora.

As lojas esperam vender até 90% mais que o comum
Vendas podem aumentar em até 90%

Nos shoppings, o movimento também é grande nas lojas, principalmente as lojas de roupas. De acordo com a gerente Vera Lúcia dos Santos, a expectativa é que as vendas aumentem em até 90%. “Desde domingo passado, já percebemos que as vendas começaram a aquecer. Esperamos vender muitas camisetas e calças, que são os itens mais procurados”, diz Vera Lúcia.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais