Frentes sindicais se reúnem para debater ato público

0

Frentes sincicais e movimentos sociais se reunem para discutir ações de ato público. (Foto: CUT)

Representantes de diversos sindicatos e movimentos populares se reuniram na manhã dessa quarta-feira, 19, no auditório da Central Única dos Trabalhadores (CUT), para discutir as ações relacionadas ao "Ato Cultural Pela Democracia e Por Mais Direitos", que vai acontecer nessa quinta-feira, 20, às 14h, na Praça General Valadão.

Para o diretor da Central Única dos Trabalhadores (CUT-SE), Roberto Silva, a sociedade deve participar do movimento para entender que o país está prestes a passar por um "golpe", e é necessário trabalhar para que ele não aconteça. “A direita que perdeu a eleição, não admite essa derrota e está ameaçando o processo democrático. Esse é o período mais longo da democracia no Brasil, e corremos o risco dela desmoronar por um grupo político que perdeu a eleição e agora está querendo dar um golpe. É preciso que o direito da democracia seja respeitado”, salientou.

Gileno Dmasceno (MST) diz que população precisa entender sobre o golpe que está prestes a acontecer no país (Foto: Portal Infonet) 

O coordenador geral do Movimento Sem Terra em Sergipe (MST-SE), Gileno Damasceno, questiona quais os setores da sociedade que estão se mobilizando contra o governo Dilma Rousseff, e alerta que a sociedade precisa estar atenta ao grupo que quer destruir a democracia no Brasil. “Quando observados quais os setores que estão se mobilizando e de quais seguimentos eles representam, percebe-se que  são pessoas distantes do povo, das luta reais e problemas da população. Eles são incoerentes, são pessoas que pautam o privilégio e se enojam da  população nos aeroportos, nas universidades, do programa Mais Médico, entre outros. Combater à corrupção é dever de todo brasileiro, mas não podemos derrubar a democracia”, finalizou.

Por Adriana Meneses 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais