Frota do transporte coletivo permanece recolhida

0
Frota do transporte coletivo continua recolhida (Foto: arquivo Infonet)

Os ônibus do transporte coletivo de Aracaju teriam voltado a funcionar, mas foram novamente recolhidos em virtude da Manifestação Acorda Aracaju. A informação é do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Aracaju (Sintra), Miguel Belarmino, que explicou que as empresas tomaram essa decisão em virtude de terem registrado no final desta da tarde desta quinta-feira, 27, atos de vandalismo contra os veículos.

“Ainda no início da manifestação, alguns vândalos que se diziam manifestantes, quebraram alguns ônibus e esvaziaram os pneus de outros. Por segurança, as empresas resolveram recolher os carros. Mas eu não sei dizer se voltam a circular ainda hoje”, explica Belarmino.

Belarmino confirma a informação de que os ônibus da Viação Cidade de Aracaju (VCA) devem voltar a circular a partir das 4h desta sexta-feira, 28, podendo parar às 9h, a depender da vontade dos rodoviários. “Os funcionários da VCA garantem que se o pagamento não for regularizado até às 8h desta sexta-feira, 28, eles vão parar novamente e se manifestarem da mesma forma que hoje, bloqueando vias e não deixando os outros trabalharem”, detalha. “Conversamos com eles no sentido de resolvermos a situação de uma forma que não prejudique a população, mas eles estão irredutíveis”, completa.

Com a paralisação, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) autorizou que táxis bandeira funcionem como lotação. A medida se estende até esta sexta-feira, 28.

Greve

Na manhã de hoje, 27, os rodoviários cruzarão os braços e bloquearam ruas, fazendo com que grande parte da frota de ônibus fosse recolhida às garagens e praticamente suspendesse a movimentação nos principais terminais da capital.

Os trabalhadores reivindicavam o cumprimento da ordem judicial e o pagamento de ticket alimentação no valor de R$ 360 reais, que está em atraso desde o mês de maio, além de férias e horas extras.

SMTT

Em nota à imprensa, o Setransp reafirmou que vem cumprindo integralmente com os repasses à VCA e com as demais empresas que operam o sistema de transporte na Grande Aracaju, mas lamentou o fato de não ter sido dado prioridade ao pagamento dos funcionários pela VCA.

“Entendemos a dificuldade e nos solidarizamos com a situação com a qual a empresa VCA passa. Porém, cada empresa tem o seu repasse devido e o Setransp não pode interferir em compromissos de cada empresa com repasse de outras. O sindicato não tem qualquer responsabilidade sobre a questão com a VCA e seus colaboradores, mas está mobilizado para ajudar a encontrar uma solução”, disse o superintendente José Carlos Amâncio, afirmando que o Setransp espera que o sistema volte à normalidade o quanto antes para que a população não seja ainda mais prejudicada.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais