Fuga no Cenam seguida de rebelião na Usip

0
Adolescentes sendo recapturados (Fotos: Portal Infonet)

Uma fuga em massa seguida de rebelião foi registrada na manhã desta sexta-feira, 3, no Centro de Atendimento ao Menor (Cenam). Os adolescentes estavam na quadra da unidade que está em reforma quando aproveitaram a oportunidade e conseguiram ter acesso aos materiais de construção que estavam na unidade.

Até o momento, a assessoria da Fundação Renascer preferiu não informar quantos fugiram da unidade, mas informações preliminares são de que foram por volta de 40 adolescentes. Após a fuga, policiais militares foram a captura dos adolescentes e conseguiram apreender seis deles.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes de Medidas Socioeducativas, Sidney Guarany, os adolescentes que não fugiram, tiveram acesso a Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip) na tentativa de mobilizar os demais adolescentes da Usip a fugir.

“Na quarta esses internos já tinham se rebelados da ala 2, mas conseguimos conter os internos. Como eles não podem ser contidos e tem que ter banho de sol, esses internos foram colocados na quadra que tem problemas de estrutura. Eles conseguiram romper a tela, tiveram acesso ao material da reforma a marreta, maquita que corta ferro e não tinha como conter. Com o material da obra eles saíram quebrando o cadeado e saíram das alas, fizeram um buraco na parede e passaram para a Usip, quebraram os cadeados de lá e soltaram os da Usip também e começaram a rebelião”, informa.

Sydney Guarany diz que os adolescentes saíram do Cenam para a Usip

Policiais do Batalhão de Choque foram acionados para adentrar na unidade de internação. Por volta das 11h30 a situação já estava contornada e o comandante do Batalhão de Choque, Eron informou que a destruição foi grande.

“Viemos para prestar apoio e conseguimos contornar a situação. Grande foi à destruição, mas conseguimos fazer com que eles voltassem a cela e a polícia militar já está fazendo busca no sentido de localiza-los. Eles adentraram a sala onde tinha maquitas e outros materiais que o Cenam se encontram em reforma e conseguiram danificar bastante a estrutura”.

MPE

A promotora Miriam Tereza esteve na unidade acompanhada do promotor Akel de Andrade Lima da 8ª Promotoria de Justiça dos Direitos do Cidadão de Aracaju.

"O MPE na hora que é informado que tem rebelião ele vem para cá observar se os direitos dos adolescentes estão sendo garantidos, esse é nosso primeiro objetivo. Pelo que estamos sabendo, os meninos foram para a quadra, eles solicitaram a bola e não foi dada e começou um processo de rebelião. Avisaram a gente que seria por volta de 40 adolescente que fugiram, mas eles não tem ainda porque estão fazendo o levantamento. Tem várias ações em curso que o Ministério Público está entrando, então neste caso especificamente a gente está observando  que houve outras violações para adotar as providências".

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais